Enquete: maioria é contra as cotas para negros em concurso no Maranhão

3 de abril de 2016

/ Redação ImperNews
Mais de 300 internautas do Portal ImperaNews participaram da enquete sobre o sistema de cotas para negros em concurso públicos no Maranhão.

 03/04/2016 às 12h20 - Redação ImperaNews
Pelo menos quatro Estados brasileiros já dispõem de leis de cotas para negros. (Foto: Reprodução/Internet)
IMPERATRIZ - O Maranhão entrou na lista dos poucos estados brasileiros em que já vigoram leis específicas para reserva de vagas destinadas a negros e pardos em concursos públicos. Desde o dia 29 de abril, passou a vigorar a Lei Nº 10.404/2015, que destina 20% de vagas para negros nos concursos públicos estaduais. O resultado da enquete do Portal ImperaNews mostrou que a maioria é contrária.

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), divulgada em 2014 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostraram que 53% dos brasileiros se autodeclararam negros ou pardos, diante de 45,5% que se disseram brancos. De acordo com a pesquisa, o Maranhão é o Estado com a maior população negra do país do Brasil: 80%.

Apesar do orgulho crescente, os negros se dividem entre a satisfação com a própria cor e a realidade diferente para cada grupo étnico no Brasil. Essa é a parcela da população que mais sofre com a violência, salários menores e crimes racistas no país.

Há um mês, o Portal ImperaNews perguntou: Você é a favor do sistema de cotas para negros em concursos públicos?. Cerca de 300 internautas responderam à enquete se mostrando contrários, em sua maioria, ao aceitamento das leis de cotas para negros em concursos.

Mais de 300 internautas responderam à enquete no site. (Ilustração: Portal ImperaNews)
Mais de 52% dos internautas disseram NÃO. Para o universitário imperatrizense Gustavo Andrade, esse tipo de lei é ineficaz. "Então o negro é incapaz? Só passa com cotas?", questionou. Já a internauta Mikaelli Cristina diz que os negros são capazes de conseguir as vagas sem a necessidade de cotas.

Por outro lado, 41,47% dos internautas disseram SIM, afirmando que a lei, de fato, favorece a igualdade social. "Sim. Pelo simples motivo de que há apenas 130 anos de "liberdade do negro" no Brasil. Isso vai de encontro a igualdade racial", afirmou o técnico em telecomunicações Keyson Farias.

Do total de internautas que responderam a enquete, 6,35% ainda TÊM DÚVIDAS sobre o assunto

Nova Enquete
Foram aplicadas, neste domingo (3), as provas do maior seletivo estadual do últimos 20 anos, no Maranhão. Mais de 100 mil candidatos disputam as 7.902 vagas ofertadas no seletivo para provimento de vagas na Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). 

Nos últimos anos, o Governo do Estado realizou muitos processos seletivos para contratação temporária, ao invés de criar cargos efetivos e abrir vagas em concursos públicos. 

A nova enquete é: Você concorda com a frequente abertura de processos seletivos pelo Governo do Maranhão? Qual a sua opinião?

Responda à enquete na página inicial do site e comente sobre o assunto na fanpage do Portal ImperaNews no Facebook.
© Todos os direitos reservados
Desenvolvido para Portal ImperaNews