Mais de 106 mil alunos de escolas estaduais fazem as provas do Avalia Maranhão

22 de outubro de 2015

/ Redação ImperNews
A avaliação foi aplicada pela Fundação Sousândrade e transcorreu dentro da normalidade em todas as Regionais.

 22/10/2015 às 01h10 - Divulgação / Assessoria
De acordo com o Governo, o resultado será divulgado em janeiro. (Foto: Matheus Marques / Ascom)
IMPERATRIZ - O Dia ‘D’ do Avalia Maranhão, realizado na última terça-feira (20), teve a participação de mais de 106 estudantes de 965 escolas do Sistema Estadual de Ensino, nas 19 Unidades Regionais de Educação (URES). Isso representa mais de 96% dos cerca 110 mil estudantes aptos a fazerem as provas.

A avaliação aplicada pela Fundação Sousândrade transcorreu dentro da normalidade em todas as Regionais. Os testes de Língua Portuguesa e Matemática foram aplicadas em turmas de 5º e 9º ano do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio e trouxeram questões que avaliaram capacidades de leitura e raciocínio lógico-matemático balanceadas nos descritores da matriz de referência do SAEB.

Os estudantes receberam quatro blocos de provas, sendo 02 de Língua Portuguesa e 02 de Matemática. As provas foram aplicadas dentro da dinâmica das avaliações nacionais como Enem e SAEB. A proposta é que os indicadores de proficiência dessa avaliação, agregados ao rendimento escolar e indicadores de eficiência da gestão, possibilitem gerar o Índice Estadual de Desenvolvimento Educacional (IEDE), que medirá com referências estatísticas sólidas aspectos da gestão e do ensino e aprendizagem das escolas, bem como estabelecerá metas a serem alcançadas.

“O Avalia Maranhão possibilitará às unidades de ensino elementos de diagnóstico sobre as aprendizagens dos estudantes nas duas áreas, com fins de subsidiar a adoção de políticas e públicas em educação pela secretaria de educação e suas unidades regionais e nas unidades de ensino, desenvolver ações pedagógicas e de gestão que garantam a melhoria do ensino e da aprendizagem”, destacou Alex Corrêa, Supervisor de Avaliação da Seduc.

“Essa avaliação vai dar suporte para as escolas tenham um retrato do ensino que está oferecendo, onde precisamos mudar, e de que forma fazer para mudar”, disse a professora Hortência Brenha, Gestora da U.I Governador Archer, no Filipinho, onde as provas foram aplicadas em salas do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental.

“Para o Maranhão vai ser um divisor de águas, porque vai fazer um retrato do ensino nas escolas, vai trazer respostas para muitas perguntas do Sistema de Ensino, vai nos permitir entender melhor o que devemos atacar para buscar melhores resultados”, destacou a professora Isabel Marquinho, Supervisora Pedagógica do CE Fernando Perdigão, onde as provas foram aplicadas em turmas do 3º ano do Ensino Médio.

O resultado do Avalia será divulgado em janeiro, durante a Jornada Pedagógica, para que seja utilizado como referência no planejamento do letivo de 2016.
© Todos os direitos reservados
Desenvolvido para Portal ImperaNews