Pesquisadores do IFMA criam “nariz eletrônico” que detecta contaminantes no leite

19 de agosto de 2015

/ Redação ImperNews
O dispositivo é usado para o reconhecimento de odores e a proposta do grupo é aplicá-lo na indústria de laticínios e na produção de biodiesel. 

 19/08/2015 às 17h10 - Divulgação / IFMA
O trabalho foi apresentado no 30º Congresso Nacional de Laticínios. (Foto: Reprodução/Internet)
MARANHÃO - O Grupo de Pesquisa em Sistemas Embarcados, integrado por pesquisadores do Departamento de Engenharia Elétrica e Departamento Acadêmico de Química do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Monte Castelo, desenvolveu um “nariz eletrônico” que vem obtendo grande destaque na comunidade científica. Com funcionamento semelhante ao nariz humano, o dispositivo é usado para o reconhecimento de odores e a proposta do grupo é aplicá-lo na indústria de laticínios e na produção de biodiesel.

O trabalho “Nariz eletrônico aplicado à determinação de contaminantes no leite” foi um dos quatro selecionados como comunicado científico no 30º Congresso Nacional de Laticínios, realizado em Juiz de Fora – Minas Gerais. A pesquisa orientada pelos professores Jomar Vasconcelos e Antonio Carlos Vasconcelos ficou em segundo lugar entre os 115 trabalhos submetidos ao congresso.

A proposta de dispositivo foi apresentada para a plenária pela acadêmica Franciele Lima, do curso de Engenharia Elétrica Industrial e bolsista de iniciação científica (Pibiti). “Uma das principais limitações na análise do leite é que é uma atividade restrita a laboratórios e que exige mão de obra especializada. Com o dispositivo, que é portátil e de baixo custo, qualquer pessoa poderá saber se o leite está contaminado, a partir da detecção dos perfis aromáticos”, explica Franciele.

O congresso desse ano teve como tema “A indústria de laticínios do Brasil em tempos de crise: desafios e perspectivas” e contou com a participação de profissionais do segmento laticinista, pesquisadores, professores e estudantes de universidades e cursos técnicos.
© Todos os direitos reservados
Desenvolvido para Portal ImperaNews