Estudantes do IFMA lançam aplicativo para gerenciar agenda acadêmica

15 de agosto de 2015

/ Redação ImperNews
O IF Agenda contém um pacote de funções que ajudam a organizar as tarefas do dia a dia acadêmico dos estudantes.

 15/08/2015 às 11h27 - Diego Sousa / ImperaNews
O aplicativo funciona em celulares com sistema operacional Android. (Foto: Divulgação/Assessoria)
BURITICUPU - Uma forma simples, prática e rápida de gerenciar atividades do cotidiano acadêmico. Foi com esse objetivo que os estudantes Lucas Rocha e Mário Carvalho do curso técnico em Informática do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Buriticupu, sob orientação do professor Ulysses Sousa, desenvolveram o aplicativo IF Agenda.

O aplicativo, que foi lançado no dia 21 de junho, funciona em celulares com sistema operacional Android e já encontrou inúmeros adeptos entre os estudantes do campus. Atualmente ele está disponível nos sites Google Play Store e Baixaki.

O IF Agenda contém um pacote de funções que ajudam a organizar as tarefas do dia a dia acadêmico dos estudantes, tais como cadastro das disciplinas do semestre, alarmes para notificar atividades, grade de horários, link para o Q-Acadêmico IFMA, entre outras.

“O app possui uma função de ‘Perfil de Usuário’ com a qual o aluno pode montar o seu próprio perfil e deixar o aplicativo com a sua cara, com foto, nome e frase que o identifique. Também há funções de envio de e-mail e configurações. Trata-se de uma agenda estudantil com um pacote completo de funções que ajudam os estudantes a se organizar”, analisa o orientador do projeto, o professor do curso de Informática do Campus Buriticupu, Ulysses Sousa.

O aplicativo IF Agenda foi desenvolvido em um ano dividido em três etapas: fase de estudo, fase de implementação e fase de manutenção, momento em que atualmente se encontra. “Convidamos alguns alunos para testar o app e distribuímos alguns formulários de avaliação para eles e nossos professores. A princípio eles não encontraram dificuldades e elogiaram bastante”, contou o professor. 

Ele ressaltou também a importância de envolver alunos em atividades que extrapolam a sala de aula. “O ponto mais importante é que o aluno tem a oportunidade de conhecer e estudar conteúdos que não fazem parte da grade curricular do curso. O Lucas e o Mário, por exemplo, tiveram a oportunidade de desenvolver um aplicativo em médio prazo passando pelas principais etapas da engenharia de software, tais como: análise de requisitos, projeto, desenvolvimento, testes e manutenção”, avalia Ulysses Sousa.

De estudante para estudante
O interesse pelo mundo da tecnologia uniu os estudantes Lucas Rocha e Mário Carvalho, de 18 anos, do curso técnico em Informática do IFMA campus Buriticupu no projeto IF Agenda. Foi a primeira grande experiência com desenvolvimento de softwares de ambos. Bolsistas do programa PIBIC – Ensino Médio 2014/2015 do IFMA, eles desenvolveram o aplicativo em um ano, antecipando o prazo estabelecido inicialmente no projeto.

Enquanto Lucas ficava responsável pela parte gráfica do aplicativo, Mário se ocupava da parte de programação, com a organização dos dados. E a parceria deu certo. “Tínhamos uma expectativa muito boa que tudo desse certo, e acho que conseguimos. É só ver os comentários de avaliação do app no Google Play”, conta Lucas. Já Mário analisa que o cenário atual facilitou aplicação do projeto. “Já tinha um tempo em que comentávamos sobre a ideia de fazer algo interessante voltado para o estudante. Hoje, com a tecnologia, é muito mais fácil ter um celular na mão do que caderno”, avalia.

Por se tratar de um campo de atuação novo na cidade de Buriticupu, atualmente Lucas e Mário já são reconhecidos como os únicos programadores para sistema operacional Android do município. “Isso é um reconhecimento do nosso trabalho. Já fomos até aplaudidos por estudantes e professores dentro do Instituto”, disse Mário Carvalho. E completou falando sobre a experiência que adquiriu com o projeto. “Eu tive duas grandes lições durante o processo de desenvolvimento desse aplicativo: a primeira é que grandes coisas podem ser realizadas por pessoas pequenas e, por isso, é importante que as pessoas não desistam de seus sonhos; a segunda coisa que levei desse projeto foi a experiência. Eu nunca havia trabalhado com prazos e responsabilidade. Foi uma grande experiência de vida”.

Em fase de manutenção, o aplicativo IF Agenda pode ser modificado e adaptado para melhor atender às demandas dos estudantes. “O foco do app é auxiliar o aluno. No entanto, algumas ideias estão surgindo para que o app se torne mais interativo a ponto de fornecer funcionalidades que possam melhorar a comunicação entre professor e aluno”, adianta o professor Ulysses Sousa.
© Todos os direitos reservados
Desenvolvido para Portal ImperaNews