Acadêmicos realizam VII Jornada de Enfermagem em Imperatriz

30 de maio de 2015

/ Redação ImperNews
Na ocasião, foram desejadas as boas-vindas aos presentes, sendo salientada a importância da temática deste ano.

 30/05/2015 às 12h39 - Samia Mulky / Ascom UFMA
O evento conta com oficinas, palestras e minicursos. (Foto: Catherine Moura/Ascom UFMA)
IMPERATRIZ – Começou na última quarta-feira (27), a VII Jornada de Enfermagem (Joenf), no Auditório do Campus Bom Jesus. Com o tema "Ética e Bioética, Humanização em Saúde", a solenidade de abertura contou com a presença da coordenadora do curso de Enfermagem, Anelise Nogueira, da professora coordenadora do evento, Maria Aparecida Alves, da presidente do Centro Acadêmico (CA) do curso, Thailane Santana, e da representante do Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA-Subseção Imperatriz), Amanda Larissa.

Na ocasião, foram desejadas as boas-vindas aos presentes, sendo salientada a importância da temática deste ano. Como parte da programação, o professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), Edilson dos Reis, ministrou a palestra "Bioética e Atuação do Profissional de Saúde", dando uma base da ética na medicina desde os primórdios. "A prática dessa disciplina no contexto do novo paradigma, envolvendo a saúde, que é a questão da humanização e principalmente a busca da dignidade humana, enquanto fragilidade de enfermos”, explicou.

Durante a tarde, o professor Reis fez uma palestra sobre como devem ser dadas as más notícias, tanto aos familiares, quanto aos enfermos. “O paciente tem o direito de saber seu estado clínico e é dever do profissional concedê-la. Qualquer informação que envolva uma mudança drástica na perspectiva de futuro de sentido negativo deve ser dada com cautela”, expondo a importância da disciplina de psicanálise no curso.

Por fim, o professor Reis fez sua última apresentação, tratando da prevenção de suicídios. Mostrando alguns dados sobre os casos no país, ele advertiu a carência de profissionais com tal especialização junto à prática da medicina. Para ele, o problema pode ser reduzido com o profissional tendo a psicologia como curso adicional.

Com foco em aspectos éticos e humanizados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), o fisioterapeuta e professor do Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia (CCSST) Pedro Lima, abordou como uma equipe multidisciplinar pode contribuir de forma significativa para o tratamento do paciente crítico. Levar em consideração as necessidades básicas do paciente é a base para todo o processo, por meio do diálogo, como afirmou.

O professor ainda esclareceu que para o profissional da UTI é necessário não só a formação em Enfermagem, como também em Psicologia e Fisioterapia, com a finalidade de deixar o tratamento do paciente mais rápido e eficaz.

O evento também conta com oficinas, palestras e minicursos para os alunos e profissionais que participam do evento. Para mais informações, basta acessar a página do Joenf no Facebook.
© Todos os direitos reservados
Desenvolvido para Portal ImperaNews