Detran-MA e Ministério Público negociam salário de servidores terceiros

1 de março de 2015

/ Redação ImperNews
Por decisão do governo do Estado, os contratos de terceirização de mão de obra no Detran-MA estão sendo rescindidos.

 01/03/2015 às 19h03 - Redação ImperaNews, com informações da assessoria
Negociações envolvem prestadores de serviço de vários setores do Detran. (Foto: Divulgação/Assessoria)
MARANHÃO - Representantes do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) e do Ministério Público do Trabalho realizaram novas audiências de mediação para resolver a questão do pagamento de salários atrasados e direitos trabalhistas pendentes de todos os funcionários terceirizados do órgão.

As negociações envolvem prestadores de serviços dos setores de informática, vigilância patrimonial, limpeza e manutenção, e pessoal administrativo.

De acordo com a assessoria do Detran-MA, a terceirização de mão de obra é recorrente há anos, sendo considerada um dos principais problemas a serem resolvidos pela atual gestão do órgão. Dos cerca de 1300 funcionários do Detran-MA, metade são terceirizados. A situação gerou uma multa ao Estado, que ultrapassa R$ 1 bilhão e 700 mil, resultante de uma ação civil do Ministério Público do Trabalho que obriga o Detran maranhense a contratar somente por concurso público.

Por decisão do governo do Estado, os contratos de terceirização de mão de obra no Detran-MA estão sendo rescindidos. Para não haver prejuízo aos funcionários das empresas, o Detran-MA vai fazer o pagamento dos salários e direitos trabalhistas em atraso, direto na conta dos trabalhadores.
© Todos os direitos reservados
Desenvolvido para Portal ImperaNews