Proposta do Senado obriga bolsista a colaborar com escolas públicas

31 de março de 2015

/ Redação ImperNews
Projeto abrange beneficiários de bolsas de graduação em programas de iniciação científica, docência e intercâmbio, custeados pelo com recursos federais.

 31/03/2015 às 12h19 - Redação ImperaNews, com informações da assessoria
Bolsistas deverão prestar serviços por, no mínimo, quatro horas semanais. (Foto: Marista João Paulo II/DF)
BRASIL - A Comissão de Educação, Cultura e Esporte analisa, nesta terça-feira (31), projeto que obriga beneficiários de bolsas de estudos de programas da União a colaborarem com estabelecimentos públicos de educação básica. A proposta, de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), será analisada pela comissão em decisão terminativa.

Pelo texto, os bolsistas deverão prestar serviços de divulgação, formação e informação científicas e educacionais em estabelecimentos públicos de educação básica por, no mínimo, quatro horas semanais. O objetivo é disseminar o interesse pelas ciências.

Na justificativa do projeto, o senador argumenta que, desde cedo, as crianças aprendem sobre arte e esporte, mas poucas se interessam pelas matérias científicas. Hoje, ele adverte, há milhares de cientistas em formação, como bolsistas, financiados a grande custo por órgãos do governo. Entre as iniciativas que atendem esses estudantes, ele citou o programa Ciências sem Fronteiras.

De acordo com o projeto, a forma de participação dos bolsistas deve ser definida por órgãos federais competentes em conjunto com as secretarias estaduais e municipais de educação. Já os bolsistas no exterior deverão cumprir o compromisso após o retorno ao Brasil, durante período igual ao de duração da bolsa.
© Todos os direitos reservados
Desenvolvido para Portal ImperaNews